Warning: Declaration of YOOtheme\Theme\Wordpress\MenuWalker::walk($elements, $max_depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /homepages/1/d380950464/htdocs/clickandbuilds/IgrejaAssembleiadeDeus/wp-content/themes/yootheme/vendor/yootheme/theme-wordpress/src/MenuWalker.php on line 8
igreja-de-sardes

Igreja de Sardes

Introdução

A cidade de Sardes ficava situada sobre uma colina quase inacessível, por causa disso seu povo era orgulhoso e autoconfiante, eles se sentiam muito seguros onde moravam e acreditavam que não poderiam jamais ser atacados pelo o inimigo. Porém havia um ponto de acesso e foi por esse ponto que o inimigo atacou a cidade e a tomou em 549 a.C e depois em 218 a.C.

Edificada sobre um promontório a 500 metros acima do nível do mar, quase inconquistável, Sardes teve um passado de glória, chegando a ser capital do reino de Lídia, e sinônimo de prosperidade e sucesso.

A cidade também foi conquistada pelos romanos em 189 a.C, e sofreu um devastador terremoto em 17 a.C. Esse povo de Sardes sabia bem o que significava o termo “como um ladrão de noite”, pois já tinham o conhecimento histórico de suas derrotas repentinas quando menos esperavam. A segunda cidade construída estava situada no vale e muitas pessoas tinham se estabelecido ali, eram agricultores, mercadores, trabalhadores na indústria de lã, etc.

Visão Bíblica

A cidade de Sardes não é mencionada em nenhum outro verso da Bíblia. Jesus começou a Sua avaliação da igreja dizendo que ela não era nada mais que uma faixada. O resultado do caminho perigoso começado em Éfeso, o caminho da falta de amor, é demonstrado por completo em Sardes. 1 João 3:14 diz que permanecemos espiritualmente mortos quando não temos amor.

Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos irmãos. Quem não ama permanece na morte

Agora podemos ver mais claramente, após estudarmos as primeiras 4 igrejas, o que acontece quando vivemos sem amor pelos outros e pela verdade. Nós perdemos o foco do ponto central da existência cristã: Jesus. Sem Ele, o que resta na igreja são apenas tradições e conversas e discussões inúteis (1 Timóteo 1:3-6). Essa forma de pensar, sem amor, abre as portas para a introdução e tolerância aos falsos ensinamentos, exaltação do Próprio Eu, e por fim, morte.

Partindo eu para a Macedônia, roguei que você permanecesse em Éfeso para ordenar a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas

4 e que deixem de dar atenção a mitos e genealogias intermináveis, que causam controvérsias em vez de promoverem a obra de Deus, que é pela fé.

5 O objetivo desta instrução é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência e de uma fé sincera

Com exceção de Esmirna, estes foram exatamente os passos tomados pelas igrejas até então. Quando não somos nutridos com o Pão da Vida, através do Espírito que dá vida (Romanos 8:6-10), perecemos.

Não existe outra solução. Jesus está chamando essa igreja morta para que volte a viver. Efésios 2:4-5 nos diz como podemos ser reavivados: “Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos”.

É interessante notar que os Nicolaítas não eram o grupo problemático dessa igreja, nem mesmo os seguidores de Jezabel, ou os de Balaão. O problema ía mais fundo do que isso. A maioria dos membros da igreja já não mais estava cheia do Espírito, e isso se tornou um problema sério.

O perigo maior era que eles pareciam estar vivos. E isso por si só era uma fonte de engano. Nós lemos o chamado urgente de Jesus, nessa carta: “arrependa-se”. Ele os estava chamando para pedirem perdão a Deus, e caminharem come Ele. Ele estava, e ainda está pronto a perdoar os nossos pecados.

A mensagem de Jesus nos faz lembrar da parábola do Filho Pródigo (Lucas 15:11-31). O pai estava pacientemente esperando seu filho retornar para casa. Quando o filho finalmente voltou, o pai pediu que seus servos trouxessem a melhor roupa para vestir seu filho, e que preparassem uma grande festa. O pai anunciou para todos: “Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado”

 A parábola não nos dá a impressão de que o filho ficou surpreso de ver seu pai esperando na estrada. O objetivo de sua jornada de volta para casa era exatamente retornar para o pai. As primeiras palavras que o filho disse a seu pai foram palavras de arrependimento.

   Podemos apenas imaginar como o filho teria sido pego de surpresa se seu pai tivesse chegado justamente no momento que estava considerando comer a ração dos porcos.

A idéia de encontrar com seu pai ali ao lado dos porcos possivelmente nunca passou pela sua cabeça. Jesus não quer que Sua vinda nos pegue de surpresa. A Sua mensagem é: esteja atento, vigilante, e preste atenção! Não iremos saber que Ele está vindo se não estivermos olhando na direção certa. Quando desenvolvemos um relacionamento com Cristo, ele vai nos mostrar a direção correta.

Se não O buscarmos, não teremos como achá-LO. Se não O acharmos, não seremos vestidos com as vestimentas brancas, e nossa natureza pecaminosa irá permanecer descoberta. Sem o Salvador, não ficamos apenas mortos, mas também expostos. Jesus disse: “Eis que venho como ladrão! Feliz aquele que permanece vigilante e conserva consigo as suas vestes, para que não ande nu e não seja vista a sua vergonha” (Apocalipse 16:15).

Visão Geral

Sardes vivia à sombra da fama de seu passado, sustentada por suas próprias riquezas. A igreja estava tão misturada com a cidade, que não tinha como separar uma da outra. Tanto a cidade quanto a igreja podiam ser descritas da mesma maneira. Já não vemos mais aqueles opostos contrastantes quando comparamos as duas. Nessa carta, Cristo lembra à congregação o modo como Sardes havia sido conquistada no passado, por causa do seu excesso de confiança e falta de vigilância.

Era um alerta para os membros da igreja permanecerem atentos, e não abandonarem seus postos. Falta de esforço é motivo o suficiente para precisar de perdão. O vencedor irá receber vestes de justiça. Jesus também está dizendo esta mensagem para nós hoje: manter a verdade que recebemos, e nos arrepender de nossos pecados. Deus é poderoso o suficiente para nos ressuscitar da paralisia, da letargia e mesmo da morte espiritual.

Não estaremos sozinhos, porque Ele prometeu caminhar conosco. Mas, da mesma maneira que o filho pródigo, precisamos decidir por nós mesmos voltar para casa. Precisamos acordar, olhar para cima, levantar, reconhecer o erro, e caminhar em direção ao nosso Redentor. Jesus disse: “Todo o que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei” (João 6:37).

Acompanhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se inscreva em nossa Newsletter

ADM Elshaddai

Propósito de introduzir  JESUS CRISTO as pessoas e ajudà-los a segui-lo

© 2019 Assembléia de Deus Elshaddai Todos os Direitos Reservados